quarta-feira, 10 de setembro de 2008

copos de galão

Se há alguém rico neste país, é o inventor do copo do galão. Não há café que não o tenha. Não sei onde se vende os copos de galão, mas penso que deve haver filas intermináveis de donos de cafés a comprar os famosos copos. O copo em si tem algo que fascina. Não é grande, não é pequeno, não é largo, não é fino… costuma ter uns frisos de lado, pega-se bem com a mão esquerda como com a direita. É especialmente atractivo quando está junto de uma torrada. Eu nem bebo assim tantas vezes galão, eu é mais ucal, mas esforço-me para que seja servido num copo de galão. Sabe melhor.

3 comentários:

Rita disse...

O gajo cá de casa não é dono de restaurante, mas é fã de copos de galão e não descansou enquanto não comprou dois lá pra casa!!! LOL

Adorei. Vou voltar!

Flip disse...

Escrevo, não para comentar, mas para dar um viva a estas tuas crónicas, que te devem tirar tantas horas de sono para as elaborares. Cada uma mais interessante que a outra. Viv'ó galão.

Anónimo disse...

Esses copos de galão são na verdade inspirados no Copo Americano, que é um modelo de copo desenvolvido pelo empresário brasileiro Nadir Figueiredo nos anos 40. Em praticamente todas as casas, padarias, bares do Brasil se encontram esse tipo de copo.