terça-feira, 16 de setembro de 2008

dispenso dispensas

Desisto. Estive cerca de 4 horas à procura do chocapic. Aquela dispensa parece ter sido construída por um arquitecto maníaco-azeteca. Qual labirinto mortífero, qual poço de almas, qual quê! A minha dispensa absorve as minhas compras! Começo a temer profundamente aquela divisão. A fome e a desorientação preenchem-nos, não há como fugir. É pena mas hoje não vou ter pequeno-almoço. Já são 3 da tarde e a única coisa que me alegra é este copo de leite… branco. Raios!
Finalmente a minha mulher acordou! Se hoje for um domingo normal, a 1ª coisa que ela fará é ir à dispensa. Passados precisamente 3.21 segundos: “João!! Queres chocapic?”.

No comments.

2 comentários:

Carlos disse...

Concordo inteiramente. Outro dia de manhã, para procurar um sabonete na malfadada dispensa, encontrava tudo menos o sabonete, mas que ele estava lá, estava.

Rita disse...

Vocês são mesmo todos iguais!! Xiça!!